E-COMMERCES DE ALIMENTOS E COSMÉTICOS VÃO BOMBAR NO BRASIL NOS PRÓXIMOS ANOS

Tempo de leitura: 2 minutos

E-COMMERCES DE ALIMENTOS E COSMÉTICOS VÃO BOMBAR NO BRASIL NOS PRÓXIMOS ANOS

Os setores mais promissores para quem vai investir num e-commerce na América Latina, segundo o Euromonitor, são os de eletrônicos, alimentos, cosméticos e passagens aéreas. A informação foi revelada durante palestra de Michelle Evans, diretora de pesquisa da consultoria, durante o Fórum E-Commerce Brasil 2017.

“Esses segmentos são os preferidos dos brasileros e têm uma taxa de crescimento considerável. Empreendedores devem apostar neles”, diz Michelle.

Segundo a pesquisa, o meio preferido para pesquisar os produtos é o smartphone – portanto, as empresas devem ter uma versão mobile perfeita para atender seus clientes. Contudo, as vendas são fechadas no desktop. “Os consumidores não confiam tanto no celular. As empresas precisam trabalhar para vencer essa desconfiança que o consumidor tem”, afirma.

“Um caminho é ter o checkout perfeito. Os sites mobile brasileiros falham nesse aspecto. Ela precisa ser simples e fácil de usar”, diz Michelle.

Ela também dá uma dica ao empreendedor: a propaganda não é um problema para os usuários da América Latina. “Eles não acham invasivo e até clicam nas propagandas. Mas elas devem ser caprichadas para atrair a atenção dos clientes”, diz.

De acordo com pesquisa do Sebrae, 90% das vendas são feitas por micro e pequenas empresas que atuam exclusivamente online.

Do total de empresas que vendem exclusivamente pela internet 90% são de pequeno porte, ou seja, faturam até R$ 3,6 milhões anuais. As informações constam em pesquisa elaborada pelo Sebrae em parceria com o E-commerce Brasil. De acordo com a 3ª Pesquisa Nacional do Varejo Online, quando analisadas as empresas que possuem lojas virtuais e físicas, esse número cai para 71%.

“Vender pela internet é uma tendência que não pode ser deixada de lado. O mundo virtual permite que os clientes conheçam e comprem os produtos de um pequeno negócio 24 horas por dia. Os donos de pequenos negócios já perceberam isso e têm marcado presença nas redes”, destaca o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos”.  Confira a matéria completa clicando aqui.

Deixe o seu comentário aqui!

comments