Walt antes do Mickey: lição de empreendedorismo!

Tempo de leitura: 3 minutos

Walt antes do Mickey: lição de empreendedorismo!
Walt antes do Mickey: lição de empreendedorismo!

Walt antes do Mickey: lição de empreendedorismo! É impressionante como filmes tem o poder de transformar vidas!

Durante uma madrugada qualquer da semana, resolvi assistir o filme “Walt antes do Mickey”. Está disponível no Netflix. Geralmente procuro ler as sinopses para ver se são filmes que possam somar na minha vida de um modo geral, seja ela profissional ou pessoal.

O filme conta a história do começo da trajetória de Walt Disney. Antes de ter o grande império, passou por muitas dificuldades. Veja alguns pontos bacanas para transcrever do filme para a nossa realidade:

1) Saber o que quer
Desde sua infância, Disney já sabe o que queria. Desenhava pelos portões da fazenda de seu pai e fazia amizades com pessoas que tinha o mesmo gosto e interesse. Ele sabia o que queria para a vida desde criança e, claro, isso facilita bastante a criação de metas para atingir o objetivo.

Atualmente muitas pessoas não sabem o que querem e isso não é um grande problema. Pelo caminho é possível se encontrar mesmo que essa insegurança traga uma ansiedade tremenda e um enorme medo do futuro. O importante é acumular conhecimento seja de que área for.

2) Meteu as caras, como diz o ditado popular
Quando teve a chance, meteu as caras. Pediu dinheiro emprestado e abriu seu primeiro escritório…dentro de um estábulo. Uma mesa quebrada, algumas coisas velhas e voilá! Está aí o escritório que iniciou-se os estúdios Disney.

Com pouco dinheiro e um amigo, conseguiu iniciar as atividades. O primeiro passo foi dado.

3) Enfrentou sérias dificuldades
Fornecedor não pagou. Proprietário do imóvel enfiou uma ação de despejo. Passou fome e comeu lanche no meio do lixo, na rua. Nem parece que o todo-poderoso e super inteligente Walt Disney passou por essas situações duras. Mas passou. E passou mantendo o sonho na cabeça e nunca pensando em desistir.

4) Traição
Disney passou por algumas traições. Funcionários que tinham a mesma ambição que ele e gostariam de ter um estúdio próprio acabaram boicotando Disney e não suportando as dificuldades que o chefe passou. Desistiram no primeiro ato.

5) Recomeço
Com muito pouco e uma ideia na cabeça, recomeçou um novo estúdio. Trouxe mais funcionários, ‘repatriou’ os amigos de luta e a nova empreitada começou. E também teve uma série de problemas, principalmente com fluxo de caixa. Sonhador, Disney queria fazer muita coisa e gastar muito. Seu irmão, que segurava um pouco a onda no administrativo, tentava coibir e protelar um. Com essa dose de cuidado, Disney começou a ter sucesso. E que sucesso!

6) Mickey?
Disney se inspirou em um ratinho que o acompanhou em tempos difíceis. Na realidade a inspiração do sucesso esteve ao lado dele, mas as coisas só começaram a tomar forma quando as dificuldades apareceram e foi preciso pensar e sair da caixa. Depois de criar o coelho Oswaldo que acabou não dando certo, o velho e engraçado Mickey fez as salas de cinema pelo mundo lotarem.

Clique aqui e saiba quais os nichos de mercado que estão bombando no Brasil.

Deixe o seu comentário aqui!

comments